Buscar

Respeitando o Luto dos Sobreviventes


Em nosso cotidiano nos cercamos de vitorias, derrotas, ganhos e perdas. Aprendemos desde cedo que tudo isso meche de forma direta com nossos sentimentos. E toda essa caminhada nutri em nós toda uma carga de emoções, que carregamos durante a nossa vida.

E algumas pessoas, em determinado momento da caminhada, ao passar por situações extremas, deixam de acreditar que são capazes de superar suas dores, frustrações ou mesmo anseios futuros, infelizmente desistem de suas vidas, suicidando-se. Em muitos casos a sua dor era enorme mas ninguém sabia, nem aqueles em sua convivência diária, nem mesmo em alguns casos a própria pessoa sabia o tamanho de suas dores e do seu desespero, e numa fração de segundos apenas se esquece de tudo e todos a sua volta e apenas “desiste”.

Ontem e hoje me deparei com o recebimento de alguns vídeos e imagens, de pessoa que no auge do seu sofrimento desistiram, tais vídeos e imagens sendo divulgados, compartilhados e comentados. Sem o menor respeito ao ser humano nem a vida.

E mais que isso vale lembrar que a pessoa que esta ali no vídeo, é um filho, tem uma mãe, um pai, um irmão, as vezes é um pai uma mãe, um marido ou uma esposa, um colega de trabalho ou um grande amigo. Em muitos casso ate conviveu conosco por anos, minutos ou segundo. Seja na fila do mercado, no metro, no caixa eletrônico, num restaurante ou em uma reunião de negócios, já que não existe classe social e pode acontecer com qualquer um de nós.


Estamos falando de um problema de saúde publica, não sou um profissional de saúde capacitado para dar opinião a respeito dos transtornos ou ações que levaram o individuo a tomar tal decisão, mas como ser humano e especialista em tecnologia da informação, que acredita que avanços tecnológicos como mídias sociais, aplicativos de mensagens, entre outros servem para o crescimento intelectual da humanidade e para a melhoria na qualidade de vida do individuo. E neste momento sem qualquer juízo de valores a respeito do que levou o individuo a praticar este ato, ou em relação a sua caminhada, e ou seu desespero. Quero aqui levantar uma bandeira, fazendo um apelo aos outros seres humano que estão neste momento lendo esse breve texto, para não compartilhar tais vídeos, não disseminar comentários maldosos a respeito da sua atitude e evitar expor tais pessoas. Vamos respeitar o luto dos sobreviventes, vamos encerrar essa corrente do mal no compartilhamento incessante de tais vídeos, fotos ou comentários. Vamos nos ater aos que estão entre nós sofrendo calados diariamente e muitas das vezes precisam de nossa atenção.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Hepatites

Alergia