Buscar

Fisioterapia


fisioterapia é a ciência da saúde que estuda, previne e trata os distúrbios funcionais e do movimento do corpo humano, podendo estes ter sido gerados por alterações genéticas, traumas ou doenças adquiridas. Tem como base uma terapêutica própria que é baseada no estudo da biologia, fisiologia, anatomia, biomecânica entre outras ciências de base.


A mesma está inserida em todos os níveis de saúde, desde a atenção básica até a hospitalar, sendo de extrema importância para a reabilitação e/ou manutenção da saúde do paciente. Assim, para garantir maior visibilidade e conscientizar a população sobre a profissão, foi criado o Dia Mundial da Fisioterapia que acontece em 8 de setembro. A data, celebrada desde 1996, foi escolhida por corresponder à fundação da Confederação Mundial de Fisioterapia (WCPT), no ano de 1951.


No Brasil, a fisioterapia foi reconhecida como profissão apenas em 1969, já nos dias atuais, este profissional tem suas atribuições gerais definidas pelo Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO), sendo elas: Prestar assistência fisioterapêutica; Elaborar diagnóstico cinesiológico funcional; Prescrever, planejar, ordenar, analisar, supervisionar e avaliar os projetos fisioterapêuticos, a sua eficácia, a sua resolutividade e as condições de alta do cliente submetido ao tratamento em questão.


Por ser um profissional completo, que permeia todos os níveis de assistência, com a função de promoção de saúde, prevenção de doenças, na cura e reabilitação, sua área de atuação é extremamente diversificada e exige uma formação específica adequada. São algumas das principais áreas de atuação do fisioterapeuta: Saúde da Mulher; Gestação; Cardiologia; Fisioterapia respiratória; Terapia Intensiva; Saúde do Trabalhador; Dermatologia; Fisioterapia Esportiva; Neurologia; Oncologia; Fisioterapia Traumato-ortopédica; etc.


Mas para a população em geral, quando é a hora de procurar este profissional da saúde?

Certos sintomas de doenças crônicas ou lesões podem passar despercebidas como simplesmente estresse ou dores musculares. Problemas posturais, dores ao praticar exercícios, desconforto ao andar ou ao realizar atividades diárias já são fortes indícios da necessidade de avaliação por um fisioterapeuta.

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo