Buscar

Dia Mundial de Combate à Tuberculose


No dia 24 de Março é observado o “Dia Mundial de Combate à Tuberculose”, que tem como objetivo envolver não apenas as esferas governamentais, mas a sociedade como um todo na luta contra esta enfermidade. A data em questão, foi escolhida pela OMS, e tem relação com a descoberta do bacilo causador da doença, por Robert Koch, em 1882.


A tuberculose (TB) é uma doença infecciosa e transmissível, que afeta principalmente os pulmões, podendo existir também em sua forma extrapulmonar, dependendo do caso. De acordo com estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS), 2 bilhões de pessoas se encontram infectadas pelo Mycobacterium Tuberculosis, sendo que, destes, 9 milhões desenvolverão a doença e 2 milhões morrerão por ano.


Segundo a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), o Brasil ocupa o 18° lugar entre os países com mais casos de TB no mundo, com uma média nacional de 40,8 casos por 100 mil habitantes, e cerca de 700 óbitos identificados anualmente.


Por ser uma doença séria, e extremamente infecciosa, o conhecimento de seus sintomas é de suma importância para seu monitoramento e diagnóstico precoce. Seu principal sintoma é a tosse, que pode ser seca ou produtiva, frequentemente ao levantar de manhã, podendo piorar com escarro verde ou amarelo, de acordo com a evolução da enfermidade. Outros sintomas comuns são: Febre Vespertina, Cansaço ou fadiga, Emagrecimento e Sudorese noturna, tais sintomas periódicos se devem ao ciclo de multiplicação do bacilo de Koch.


Seu diagnóstico pode ser realizado de duas formas: por imagem, via radiografia de tórax, ou de forma bacteriológica, por meio de baciloscopia e cultura para a micobactéria. Como seu alojamento se dá principalmente nos pulmões, sua transmissão é aérea e se instala a partir da inalação de aerossóis durante a fala, espirro ou tosse das pessoas com TB ativa.


O seu tratamento, apesar de disponível gratuitamente pelo SUS, é complexo e extremamente rígido, com duração mínima de 6 meses, no qual são utilizados os seguintes medicamentos: rifampicina, isoniazida, pirazinamida e etambutol. Dessa forma, a principal maneira de Evitar a Tuberculose é a prevenção.


Ainda que a vacina BCG proteja das formas mais graves da doença, ela deve ser aplicada ao nascer ou no máximo até 4 anos, 11 meses e 29 dias. Sendo que sua aplicação após esta data se faz ineficaz. Assim, no Brasil temos inúmeros casos em que a vacina não foi aplicada ou falhou devido a sua data de aplicação, ambos problemas com raízes sociais. Com isso, a importância de se manter informado e atento aos sintomas, mesmo que o calendário vacinal da maioria da população esteja em dia.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Hepatites

Alergia