Buscar

Clássico é atemporal; atuais em temas, conceitos em qualquer época


Todos aqueles que viviam sua adolescência em setembro de 1987, devem trazer em sua lembrança o filme Dirty Dancing - Ritmo Quente. Nele estavam, Patrick Swayze; Jennifer Grey que protagonizam o casal da trama. Ela deu vida a Babe, uma jovem de 17 anos rica, idealista, alegre, de família tradicional e que não tinha a menor vontade de passar férias junto a seus pais. Ele Johnny um homem maduro, empregado do hotel, dançarino, de outra classe social, com passado duvidoso e sempre vestido com roupas escuras, estilo Bad Boy. Babe descobre onde a diversão acontece e conhece Johnny. O romance se inicia e o pai da garota é totalmente contra. Um roteiro romântico embalado por She's Like the Wind, "(I've Had) The Time of My Life, vencedor de Oscar – melhor música. A primeira produção a bater 1milhão de vendas em VHS. Outra curiosidade, em 1998 o filme foi reexibido nos cinemas dos Estados Unidos.


Com história e romance à parte, Dirty Dancing traz valores e contra valores atuais; ainda discutidos e que afetam nossa vida ainda nos dias de hoje. São temas que a juventude da época talvez não se atentasse; pois a história envolvente camuflava as questões mais críticas. Como a adversidade do casal, o contexto histórico de uma época que o mundo não era favorável a mudanças, cheio de restrições e com muito preconceito já definido; esses temas estavam presentes em todo o filme.


Dirty Dancing mostra que Babe, embora impulsionada pelo amor, trilhou seu objetivo e traçou sua conquista baseada no foco, comprometimento e empenho. Levando a sério seus treinamentos, deixou de lado suas férias, transformou o que seria apenas um campeonato de férias; no evento da sua vida.


Podemos trazer para nossa vida, ensinamentos quando focamos de forma positiva, assertiva e na busca aprimorar nossos talentos; somos capazes de conquistar o ponto mais alto. No caso do filme, Babe teria que aperfeiçoar suas técnicas de dança que seriam ensinadas por alguém inferior a ela, segundo o pai da Babe. Mas Johnny era um exímio dançarino. Aos dois, não importavam as opiniões, críticas negativas sem fundamentos. Ambos buscavam sua realização e acreditavam ser capazes, de atingir seus sonhos. Ele ter o reconhecimento de ser um dançarino campeão; ela de mostrar a si e a família que apesar da pouca idade, ela sabia o que queria e seria capaz de conquistar.


Dirty Dancing nos deixa uma lição, quantos de nós recebemos diariamente críticas e situações que nos desmotivam. Muitas vezes pessoas tóxicas procuram nos colocar para baixo, nos diminuir para que elas dentro das limitações delas se sobressaiam, sem que busquem o seu melhor. O fato é quando nos preparamos, realmente temos vontade, amor e unimos conhecimento, determinação, paciência, foco podemos vencer. Seja pequenas batalhas diárias, ou grandes conquistas. Não importa, somos vencedores. Somos donos do nosso futuro.


Edição/ Jornalista Responsável: Raquel Penteado

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Hepatites

Alergia